Informe do NMS de 03/06/2009‏

Reflexões:

Nesse encontro a formação clássica dos 4NMS realizaram uma tentativa (deveras exaustiva) de tecer um mapa entrópico de suas ações pessoais.
Após mergulhar nos conceitos até que a pressão lhes tirasse da órbita os globos oculares, surgiram algumas afirmações tais como:

O erro fortalece.

Qto + erros >MAIOR a possibilidade de ascender.

?
O que é melhor pra auto-estima,
os erros
ou os
acertos

?

E há o fracasso;
que é melhor não haver.
Pois marca,
tranca na alma
fechadura psíKica que sempre deve ser destrancada
SOULLOCK
para fins de interação positiva
</ O Movimento da VIDA.

pois há diferença entre fracasso e erro
e entre erro e engano.

O aprimoramento pode envolver erros,
mas não enganos.

Dos acertos, há:
– os por habilidade,
– os por sacrifício
& os aleatórios.

PRÁTICA X ESGOTAMENTO
APRIMORAMENTO X ENGANO

Um acerto errônio
pode ser um fracasso
muito maior

?

Sucesso
ou Ascensão?
?
Em que medida os erros impedem novos sucessos
e os fracassos bloqueiam a ascensão

?

No processo de discussão houve uma crítica feroz à uma série de vícios comportamentais que se instalaram socialmente, sobretudo na área da educação.

Ilusão X Sucesso
Desilusão X Engano

alienação.

Foram citados tb os cientistas presentes no surgimento da psiquiatria médica;
estudamos a transição do isolamento/ ostracismo/ banimento daquele que não se enquadrasse num padrão de normalidade pré-determinado para fins d controle/ exploração (Nau dos Loucos) ………………….. para o acompanhamento e “tratamento” da loucura para fins de “reabilitação” social.

Há?

Politicamente desenvolveram-se as liberdades civis com o surgimento dos asilos e manicômios?

Ou conceitualmente o domínio
continua sendo prioridade?

“Luta Anti-manicomial”
ou
“Hospício de Graça e de Qualidade para todos JÁ”
?

Citações:
– First we take manhattan (música de Leornard Cohen)
– The Future (tb L. Cohen)

– The Officie (Série de comédia)
– Como uma Luva de Veludo Moldada em Ferro (MTO foda!)
e novamente
-OLDBOY
– In to the wild (Na Natureza Selvagem – Sean Penn)
– Instinto (com A. Hopkins)

Exibição da adaptação p/ HQ de o Guarani de Eça de Queirós com arte de Luiz Gê.

Na próxima Quarta Feira (10/6/9), devido a véspera de feriado, o encontro ficará em suspenso para confirmação via e-mail.

ABRA
K
BRAX
ti
<AN

“O mundo perece por falta de magia”
– Ahmed Al Hasan.


tdk-aug14-dark-knight-returns-fan-poste-rriddler.jpg

As reflexões tiveram origem em duas tríades conceituais:
Erro – Engano – Fracasso
Acerto – Aprimoramento – Sucesso

Além das reflexões já citadas também trabalhamos os conceios extremos de perdedor/loser/fracassado e de vencedor/herói/bem sucedido. Levando em conta que esses dois extremos servem principalmente como paradigma para incutir o medo do fracasso, como ferramenta de controle; e incutir o desejo de sucesso, de modo que o desejo seja sempre maior que a satisfação, para que a insatisfação seja constante.

Essas tríades de conceitos, podem ser vistos sob o ponto de vista pessoal/íntimo (o que cada um considera como erro, ou acerto para si mesmo e de si mesmo) e sob o ponto de vista coletivo/compartilhado (o que consideramos, ou consideram como erro e acerto para o outro e do outro). Como esse ponto de vista coletivo, tende a tornar esses conceitos muito relativos; tentamos manter a discução sob o ponto de vista pessoal.

Aqueles que tiverem alguma coisa para acrescentar nos informes, sintam-se livres para tal.

abraços PLAUNS

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: