Informe do NMS de 28/08/2009

Este foi o primeiro encontro do semestre e rolou no CCPC.

Citações:

O encontro teve início com uma projeção de “Ghost World”, filme dirigido por Terry Zwigoff e roteiro de Daniel Clowes.

Logo em seguida, teve algumas projeções de desenhos animados: do Batman e do Gladiador Dourado.

Demos uma rápida olhada no último número do Wolverine, que apresenta o person no futuro (não lembro o número).

Retomando as reflexões sobre os seres prometéicos, foi citada a Emília do “Sítio do Picapau Amarelo”, foi apresentada como citação a HQ “Você Sabia? – Nø.02”, onde aparecem vários personagens como: Asterix, Snopy, Tin Tin, recruta Zero e entre eles os persons do Sítio…

Retomamos as reflexões do semestre passado acerca dos psicóticos; para tanto, foram citadas algumas matérias da revista Super Interessante especial sobre os Psicopatas de 2009; também foram citados alguns trechos do livro “Mentes Perigosas – O Psicopata Mora ao Lado ” de Ana Beatriz Barbosa Silva.

Reflexões:

– Da revista Super Interessante, discutimos a tabela de características dos psicopatas: Boa Lábia, Ego Inflado, Lorota Desenfreada, Sede por Adrenalina, Reação Estourada, Impulsividade, Comportamento Antissocial, Falta de Culpa, Sentimentos Superficiais, Falta de Empatia, Irresponsabilidade e Má Condta na Infância. De acordo com a revista, dando de 0 a 2 pontos por característica; são caracterizados como: santo aquele q teve 0-2, população em geral 3-12, criminosos 13-17, psicopatas 18-23 e demônio 24. Nessa tabela/questionário, os conceitos abordados são meio confusos e mal explicados, mas nosso grupo ainda irá se aprofundar mais nesses conceitos.

– Do livro “Mentes Perigosas”, discutimos sobre o começo do capítulo 1. A conversa girou em torno do gráfico Ser X Estar (X,Y respectivamente) e da pergunta atrelada “O que é consciência?”. Na prática, consciência é nossa percepção da vivência: estar acordado, ou não, com fome, andando, etc; ou seja, raciocinar acerca dos estados que nos encontramos em cada momento, nossas ações físicas e mentais. É essa consciência prática que os médicos observam para determinar qual o nível de consciência de seus pacientes: lúcido, hipovigil (bêbado), hipervigil (“anfetaminado”), confuso, coma profundo… Porém, subjetivamente falando, a consciência, não é algo momentâneo; está relacionada às nossas ligações emocionais que estabelecemos com as pessoas e as coisas, é aquilo que denominamos como nosso ser. A consciência para a psiquiatria transita entre a razão (kbça) e a sensibilidade (coração). A presença dessa conscência subjetiva (sensibilidade), para a autora, é o que diferencia uma pessoa normal, de um psicopata, que não possui essa consciência emocional. Um psicopata não possui essa consciência, portanto não tem tbem nem empatia, nem responsabilidade, e portanto não consegue se colocar no lugar do outro.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: