De Pound a Alice, Texto de victor walter victor e regis-siger

 

 

plauns plauns & pound pound ou

a outra história do AI-5

corincru

não me lembro bem de quando ou onde. acho q idéia de revistas surge das revistas q nós lemos. MAD, turma da Rip Off Press, ZAP, zappa, os freak brothers, the cantos, ulysses, angeli glauco laerte mais henfil jaguar ota e suas devidas equipes além da consciência de indústria destas equipes desde os primórdios Walt Disney & o Einsenstein deram algumas letras bem como o Zé do Caixão e aquele Bob “citizen” Kane das HQ’s de detetives estas equipes que moldaram mudaram e explodiram tomando conta do mundo imagem e som (um abraço ao Cassiano no rio de janeiro) criado pelo cinema (ele é o grande culpado da transformação, outro abraço ao Noel lá no céu de vila isabel) verbivocovisual, bem os leitores de revistas sabem que muitos destes ligados a um sistema econômico vicioso peguem o pequeno livro vermelho de marx e engels, autores de HQ) inclusive as revistas editadas por estes sofrem com a boçalização dos nossos dias e q os ótimos estão intocados reunidos pensando histórias novas que arranquem a república da escória.    

 

 

nosferatu

Quando a coisa começou já estava morto no santuário

Como um Oswald, ou melhor, devoro-lhe: “Agora, os soterrados, através da analise, voltam à luz, e, através da ação, chegam às barricadas.”

 

                        Jogabola         jogafora         2000   anos de cultura

                        Davida’mor, olharolha       nolho sente

                        Se não fosse

                                                Até estaria outra

                        Umas coisas estranhas andam acontecendo

Spookingcrystal       emrgido         me passo numa vida

Irreconhecida           devida            ardida

 

“O amor é a amizade reforçada pelo apoio físico-sexual”

            (Oswaldo, Serafim Ponte Grande)

 

 

 

Dieox   encargo   debandoleiros     o latrocínio saudável da nova geração

Entre vodka e maconha                          fez se a vida

                        E no 7° dia      descansou

                                                descasou

deixo uma boneca de pano entre o         arma

                                                                        rio

                                                  e o

                                                            rio

                                                                        arma

 

Tentativas…ações…

Douto os brasso Doutz braitz

Esta quebradu

 

A intensa devasidão humana nos revela o grotesco cotidianisiaco antena entre rostos, rugas, peitos, bundas

Dentro                       do coletivo percebe-se num singelolhar a alma

E a história

                        Lingüiças do norte  salamandrinas de cones de luzes instigam os lhares

Inumanos são os guardas civis metropolitanos com suas roupas-capacetes de choque na multidão

Desafio de populações

Esses caras merecem uma cusparada

Na hora da ereição.

Devidodeclínio azul daquela cor estremece esse organonismo toca nórgão deslizando delicado batuques descontrói velhos muros e de Poe is poi és is

  e  desci o pinho atari jogos gestraposna ponta língua

 

um hipo-ícone

 

                                    Se quereis conteúdo

                                    Aqui não encontrareis

MadHatTea-745595

“Nesta direção”, disse o Gato, girando a pata direita, “mora um Chapeleiro. E nesta direção”, apontando com a pata esquerda, “mora uma Lebre de Março. Visite quem você quiser quiser, são ambos loucos.”

“Mais eu não ando com loucos”, observou Alice.

“Oh, você não tem como evitar”, disse o Gato, “somos todos loucos por aqui. Eu sou louco. Você é louca”.

“Como é que você sabe que eu sou louca?”, disse Alice.

“Você deve ser”, disse o Gato, “Senão não teria vindo para cá.”

‘Alice no País das Maravilhas’-de Lewis Carrol

2 Respostas to “De Pound a Alice, Texto de victor walter victor e regis-siger”

  1. deixo o meu endereço para possíveis parcerias.
    zinetralala.blogspot.com
    estamos causando desilusões nos objetos que pensam que pensam…

    • monstrodopantano Says:

      Valeu Lucas desculpe a demora pra respodner, mas soh vi sua msg agora…parcerias sempre eh importante pra gente…valeus…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: