Informe NMS 2/Dezembro/2009

Reflexões:

Desde o último encontro de Outubro, resolvemos intensificar o mergulho no mundo das animações.

Com a participação de camaradas presentes no CCPC (salve Chiquinho!) tivemos uma série de novas indicações no campo das Animações de Excelente qualidade, porém desvinculadas das grandes produtoras ou dos grandes estúdios de Hollywood. Isso nos levou, ainda linkados à pauta da Evolução Social nos Grandes Centros Urbanos, à discussão: “Qual o Valor Prático do Boicote enquanto estratégia de convívio social?”.

É claro que nós aqui no NMS somos como os camarões do Distrito 9, reviramos o lixo e consumimos toda sorte de material que nos surgir pela frente (com o objetivo utópico de voltar pra casa?), até porque a livre apropriação desses ícones teoricamente pertencentes à grandes estúdios ou grandes coorporações de entretenimento nos parece a forma de rebeldia mais ativamente eficaz no que diz respeito ao enfraquecimento de sua imagem enquanto propriedade privada. Mas no encontro de hoje nos perguntamos: Quando a Recusa é a melhor estratégia? Chiquinho trouxe a pauta sob a óptica da preocupação de um pai em relação ao consumo midiático de uma criança… então passamos a especular que tipo de mensagens podem estar implícitas ou explícitas  – patentes ou latentes – nas animações de grandes estúdios… principalmente a Disney.

Dessa discussão surgirá um artigo entitulado: “Doutrinas Subliminares: O submundo da dominação/manipulação cultural animada“… esperamos poder publicá-lo aqui mesmo no blog no ano que vem. Para fazer essa discussão nos baseamos em cenas de mensagens subliminares flagradas em vários Desenhos da Disney, como Rei Leão, Hércules, Bernardo e Bianca, Pocahontas entre outros. É certo que repudiamos a carga cristã duramente moralista que geralmente denuncia essa “influência satânica” nos desenhos Disney… e não é um absurdo encontrar elementos de cultura européia pagã pré-cristã nessas histórias dado o fato de que a Disney não criou de fato nem menos que a minoria desses desenhos clássicos, sendo a maioria deles releituras de Contos de Fadas, obras radicais cujo teor é extrememente visceral, violento e por que não dizer, sexual, indo dos Irmãos Grimm à Lewis Carol… MAS é impossível simplesmente ignorar uma carga intensa de mensagens  – de fato subliminares – principalmente voltadas para a idéia de Erotização da Imagem. Se a Disney é uma espécie de Coorporação-Seita de velhos Maçons-Satanistas-Pedófilos-Criogenados, isso não dá pra saber, mas concluímos, sem muito esforço, que a erotização vem sendo uma das, senão a principal, estratégia publicitária de aquecimento do impulso consumista subjetivo que impele as pessoas à sustentação do esquema capitalista selvagem em que vivemos. E nada mais óbvio do que educar as novas gerações ao crescimento nesse paradigma desde o berço…

Enfim, apesar da nossa postura de absorver indiscriminadamente todo tipo de material, apoiamos todo repúdio a Mega-Coorporações escrotas e seus asseclas&putinhas. Nosso compromisso é divulgar&propagar material de qualidade que esteja fora desse hall espetacular (veja as citações abaixo). E aproveitamos o contexto da discussão “Erotização da Imagem X Prostituição Pessoal para a Construção de uma Imagem Coorporativa” para divulgar uma breve nota de lamentação e pesar em relação aos novos “rumos comerciais” tomados por Mano Brown e os Racionais MC’s… “O bom guerreiro não gela, não agrada o injusto e não amarela…” ou, muito mais apropriadamente, relembrando outra vez o + do que nunca saudoso Sabotage: “Há essas horas, nem vem com historinhas e glórias ou seja, histórias e glórias que não estão na memória; eu deixo um salve das ruas da Sul para a sua ladrão: é que o dinheiro nunca compre a sua postura então…

Citações:

Primeiramente Ótimas animações Altamente recomendadas pelo NMS:

A Profecia dos Sapos (França 2003)

Kiriku e a Feiticeira (1998)

Kiriku e o Reino dos Animais (2005)

As Aventuras de Azur e Asmar (França 2006)

Segundamente propomos duas comparações entre obras:

– “Cinderela” (clássico da disney) com “Gata Borralheira” (Conto de Fadas pré-Clásico dos irmãos Grimm)

http://pt.wikipedia.org/wiki/Cinderela

– Simba (de “O Rei Leão” Disney 1994) e “Kimba o Leão Branco” de Osamu Tezuka (criado inicialmente em Mangá em 1950 virando então série animada nos anos 60).

E ainda:

Filmes:

Le haine (1995) de Mathieu Kassowitz:  Conflito com a polícia na periferia de paris.

Os Estados Unidos contra John Lennon (2006): Documentário sobre a perseguição política sofrida por Lennon durante seus anos morando em N.Y.

Distrito 9 (2009): Alienígenas e segregação social em excelente filme de ficção científica.

Livros:

– “A Sociedade do Espetáculo” – Guy Debord (mais uma vez citado por aqui).

– “Televisionários: A História da Facção Exército Vermelho, mais conhecido (por engano) como grupo Baader Meinhof” – Tom Vague

Musica:

– “No Brooklin“, Sabotage. Do Álbum “Rap é Compromisso” (2001)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: