YOU KNOW WHAT WE SHOULD DO?

YOU KNOW WHAT WE SHOULD DO?

texto de Alan Moore / re-tradução de Régis Y.

scan0001

NOTHING IS TRUE. EVERYTHING IS PERMITTED

 

has

Desenvolvi esta tradução do índice introdutório da revista Dodgem Logic número 3#, adaptando o texto ao máximo possível do que é e do que não é o original, re-inserindo Alan Moore como um cidadão britânico diante de nossa realidade brasileira e assim criar proximidade com o público. Já diria o velho ditado, “se Maomé não vai a montanha , a montanha vai a Maomé” e assim começa esse processo de retradução de algo intraduzível.

O novo está chegando nos 13. Feliz ano todo. Eu sei o que devo fazer. VOCÊ SABE O QUE DEVEMOS FAZER?

Lógica no carrinho de bate bate

(Dodgem ou Bumper, para quem não sabe é o carrinho de bate bate).

103122705_9877b87997_z

A magicka é o faze o que tu queres

que é tudo da lei

De Occulta Philosophia  – de Heinrich Cornelius Agrippa’s

pari001762_616px

que nasce

o ano da serpente

que uno lo preciente

todo lo que cambia lo hara diferente

en el año que nacio la serpientshhhi

como em 77 que originou o punk

do vagabundo a revolta

NOTHING IS TRUE.

EVERYTHING IS PERMITTED

VOCÊ SABE O QUE DEVEMOS FAZER?

Nós devemos comprar pequenos tronos para os que negam as mudanças climáticas e sepultá-los em valas ao longo da costa litorânea, ordenando as ondas a voltar. Nós devemos equipar fundamentalistas Cristãos com vários balões de Helio de modo que o arrebatamento seja compulsório. Nós devemos substituir a Família Real por vários Srs. Cabeça de Batata e então, se eles ainda não pagarem impostos, tomaremos deles seus chapéus e cachimbos ou comeremos eles assados com manteiga.

Toy10

Nós devemos descobrir onde nossas sombras vão a noite e saber que elas estão aprontando. Nós devemos fazer com que os homem-bomba suicidas visitem aquela clínica na Suíça como todo mundo. Nós devemos fazer a partícula de Higgs Boson disponíveis nas cestas básicas.

higgs-boson-lhc-111212a-02

Nós devemos aceitar que os membros de partidos de extrema direita[1] são seres humanos  e baseado nisso repatriá-los todos na Etiópia. Nós devemos demandar provas de que a humanidade jamais pôs os pés na América e que o continente é somente uma farsa tramada e elaborada pela indústria cinematográfica Espanhola do século XV. Nós devemos reduzir o risco de vespas sonolentas servindo-as de pequenas xícaras de café de vez em quando. Nós devemos transformar os terrenos excedentes das celebridades como ajuda-alimentar para o Terceiro Mundo: Soylent Green é o Bono.

Nós devemos provavelmente receber alguns royalties performáticos e talvez ganharmos prêmios televisivos pelo que aparece nas câmeras de segurança. Nós devemos sempre cumprimentar a tropa de choque com um aperto de mão no estilo maçônico[2]. Nós devemos assoar nossos narizes e nos recompor. Nós devemos nos contentar em socar o relógio, mas se eles estiver pelo chão não há nenhum mal em dar-lhe um bom pontapé na garganta. Bemvindo a Dodgem Logic.

Enquanto os primatas populares que nós prometemos na última edição recuam de volta para o nevoeiro, nós tentamos duramente aliviar o seu sentido de raiva enganada e seu desapontamento, listando gargalhadas-conjuntas para os Ludistas-de-Literatura,  o supremo Robin Ince[3] vem suavizar o gradiente de sua testa franzida. Nós também rastreamos Josie Long[4] através de transações no cartão de crédito, mas mais pela sua valentia e fundamental participação no condenado filme Shawshank Redemption (Um Sonho de Liberdade-1994) como uma oferta para sua liberdade, estaria ela então, de volta conosco fazendo o que ela gosta de melhor, se é que isso é ficar algemada a um aquecedor. Em relação a essa espessa fatia de páginas extras que você está pagando e metendo o nariz nesta edição pará-choque, que contem um raro compendio de delícias. Nós temos confissões de carreiras calamitosas de policiais, instruções passo-a-passo para o satanismo do faça-você-mesmo e a rigorosa ruminação recriminatória de um urbanista trapaceiro. Nós temos decadência divina e noites abafadas em São Paulo[5] juntamente com a exploração do homem comum problemático Johnny Viable,  o João Viável, alguns graffitis glamurosos, e um tentador transfer de camiseta da caixa de crayon da voluptuosa Melinda Gebbie (desenhista da belíssima capa de Lost Girls e esposa de Alan Moore).

l (2)

“O único fato que eu posso te contar agora é que o seu avô era um cara bem comédia (Ralph Royster Doyster) , com nove amigos incluindo seu próprio reflexo no espelho.”

LostGirls

Oh, Yeah, e nós estamos providenciando berçários como facilidades para ambas escolas sub-financiadas em Santo Amaro e Capão Redondo[6].

We Just called to say we Love you.

Como recompensa às inserções locais, aqui está o nosso último plano que não pode ser concebido de forma errônea de maneira nenhuma: tendo em conta que fazendo este trabalho para você mesmo, você tem de manter os baixo custos de impressão, nós precisaríamos que você pré-encomendasse algo em torno de 700 e 1.000 cópias ao preço de 2 pounds para você vender ao preço de varejo de 3,50 pounds com a sua própria colaboração incluída. As colaborações podem ser de quantas páginas você quiser ou puder bancar, e você pode também fazer o seu próprio design ou falar com os garotos do  Wallace sobre quanto eles cobram para fazer isso para você. Uma vez então, que você tem suas páginas prontas, você só precisaria enviá-las para nós para que possamos checar se você não tem nenhum artigo que comece dizendo : “Diga do que você gosta no Terceiro Reich”… depois nós lhe enviaremos de volta para que possa imprimi-lás, direcionadas em cópias para Dodgem Logic e distribuidores. Na medida em que os prazos se vão, se você quiser ser incluído na nossa psicodélica edição especial de verão 4#, a venda em Junho/Julho, suas páginas deveriam ser completadas e corrigidas pelo dia 3 de Maio. Se o prazo ficar muito apertado, então inseriríamos na nossa  edição de Agosto e Setembro, edição 5, você tem de ter suas páginas sorteadas em primeiro de Julho. Se você tiver alguma outra questão você deve entrar em contato com Queen Calluz, o qual você encontrará no ilegível endereço petite indicia (diminutamente indicado) abaixo.(abaixo em relação a revista e acima em relação meu post)

Finalmente, nas eleições de Maio, nós insistimos que você vote em alguma variedade de aparelhos elétricos quebrados, possivelmente para uma torradeira estropiada ou um controle remoto em mau funcionamento, sobre os motivos de que eles não podem fazer coisas mais piores e que eles quase de certeza não se envolveram em nenhum lobbyismo ou em despesas escandalosas, nem ter consentido intencionalmente nenhuma entrevista para William Bonner[7]. Pergunte-se, em quem você confia mais – num estagiário estrábico ou na impenetrável e enferrujada Brastemp[8] que você não usa mais.

Então, veremos todos de volta em Junho quando nós todos esperançosamente vestiremos menos roupas e viveremos numa obsoleta utopia dominada por rádios-relógio.

Alan Moore – Lorde da Dança e Monarca do Vale da Depressão[9]

Régis Y. – Lorde dos Signos e Monstro do Pântano


[1] Alan utiliza BNP que éo British National Party, que é um partido de extrema direita ingles.

[2] Freemason’s handshake

[3] Comediante britânico de stand-up comedy mais conhecido pelo seu programa na radio da BBC, participa da revista Dodgem Logic

[4] Comediante Britânica, participa da revista Dodgem Logic

[5] Alan utiliza a cidade de São Francisco

[6] Alan cita os distritos de Spring Boroughs e Semilong, que ficam em Northamptom, áreas de elevada prostituição e criminalidade. O qual realmente são ajudados por Alan Moore.

[7] Alan cita Piers Morgan, Jornalista Britânico.

[8] Alan cita Breville uma produtora de equipamentos de cozinha de Sydney, que exporta para o mundo

[9] Alan usa a palabra GLEN, que é um termo escocês para um vale estreito como uma depressão ás vezes congelada

Dodgem-Logic-3-wraparound-c

capa dupla da edição 3# da Dodgem Logic de 2010

dodgem_lg1

capa da primeira edição lançada da Dodgem Logic

para conferir as revistas e encomendar no site:

www.dodgemlogic.com/

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: