COR CONSUNTUM IDEAS EMENDO – PROMETHEO pt 3000300000010000200000300001000200300010030323

lingua-viagem

test2

Signagem

DIÁLOGO 1: Tiberwolf x regisdpantanom
to vendo ele tha diferente da otra vez
q eu vi
eu tava pensando em esccrevere um prometeico tb mano..
ia falar na real do lado mais cientifico e talz..raios ciencia weiird science espiritos vagando alavanca
e essa imagem desse ultimo frankstein eh fodha
muita coisa q vi no cifra de linguagem tipo q em todo lugar esta a linguagem ateh se vc kizer trazer um morto a vida existem palavras certas pra manipular tudo..
saca o nome dele fundido com o war-lock
doug lock tipo um fechamento da linguagem na maquina…e talz..tem uma q eles tao conversando em robones…tipo 00011100 000111000
imagine as possibilidades infinitas de linguagens..
foi o q pensei com seu post..por isso pensei em escrever ateh tb

PROMETHEUS

First of all, it’s the name of the spaceship in which the exploration team travels, but the name actually has its origins in Greek mythology. Prometheus, a giant Titan born of Gaia (the earth), is credited with creating the human race from clay and stealing fire from the Gods to give to the humans. For this latter transgression, he was bound to a rock in the Underworld where an eagle would come to feed on his liver. The liver would grow back, but the eagle would return each day to feast on it again. The symbolism between the Titan Prometheus and the giant Engineer is obvious.

(1) that the Engineers deemed the human race a failure or even a threat and sought to undo their work or possibly start over
(2) that the Engineers created life on Earth to be used as a breeding test ground for weapons, one of which included the development of xenomorphs
(3) That the Engineers had some project they wished to do, but were unable to do immediately because mankind was in the way, and
(4) that David misinterpreted the Engineers’ mission such that they were not looking to destroy humanity at all. Hopefully, Prometheus 2 will provide an answer to the question of why the Engineers changed their minds about humanity.

… magia faz linguagem e…
…principalmente…
… Linguagem faz Magia…

Com as palavras certas conseguimos trazer os resultados esperados, produzimos os efeitos da linguagem e da comunicação, compreendemos alfabetos e desenhos, códigos binários que na nossa imaginação criam os mitos que podem ser associados a matemática. Códigos que usados de maneira correta produzem os efeitos esperados. Já dito outrora, o pensamento selvagem é sincrônico e diacrônico, se dá ao mesmo tempo, o pensamento e a linguagem em tempos diferentes e lugares diferentes. Lévi-Strauss relata isso num questionamento: ‘quando um pensamento que sabe e que quer ser ao mesmo tempo anedótico e geométrico pode ainda ser chamado dialético?’ (O Pensamento Selvagem, p.273)

Um conjunto de mitos, os seres que recebem a vida das divindades, das palavras mágicas, dos rituais, do acasalamento, de toda forma de comunicação que os seres vivos têm criando os seres prometéicos. Seres que somente se tornam reais através da combinação de caracteres,de uploads, de impulsos nervosos, através da comunicação dos vasos sanguíneos, através de linguagem e de magia.

Os animais ajudaram os homens não só nos transportes e comunicações (cavalos, camelos, elefantes, cachorros, carruagens puxadas a cavalos, trenós puxados a cachorros etc), na lavoura e manutenção do equilíbrio ecológico (tração animal, carros de boi, polinização etc), como também ajudaram os homens a pensar. Os antropólogos sempre se perguntaram porque as sociedades ditas “primitivas” utilizam nomes de animais e plantas nas suas classificações, na nominação dos vários grupos sociais. Estas sociedades que têm um intenso contato com a natureza, nada têm de “primitivas”. Este conceito, há muito questionado na Antropologia moderna, se refere a uma oposição entre “pensamento científico” e “pensamento selvagem” ou “pensamento abstrato” e “pensamento concreto”; assim como a uma inferioridade tecnológica com relação às sociedades européias.

hunting season

hunting season

O antropólogo Lévi-Strauss foi quem mais eficientemente criticou estes conceitos. Em seu livro “O pensamento selvagem”, ele mostra que tanto as sociedades tribais pensam abstratamente, quanto as sociedades complexas fazem uso do “pensamento concreto’. Entre os índios da América do Norte, por exemplo, a idéia de que uma mulher usa um cesto demasiadamente pequeno, traduz-se como: “ela coloca raizes de potentilha na pequenez de um cesto para conchas”; e entre os ditos “civilizados”, é comum o emprego de nomes de animais na nominação de clubes, brasões etc – procedimento próprio do “pensamento selvagem ou concreto”. Na verdade, Lévi-Strauss afirma a existência de processos intelectuais semelhantes entre os dois modos de pensar, ou seja, têm a mesma estrutura, “as espécies animais e vegetais não são conhecidas na medida em que sejam úteis; elas são classificadas úteis ou interessantes porque são primeiro conhecidas… o totemismo estabelece uma equivalência lógica entre uma sociedade de espécies naturais e um universo de grupos sociais… é um meio de significar a significação…”. Boas, um dos primeiros antropólogos, já afirmava que o problema era saber por que as narrações que se referem aos homens “manifestavam tão grande e tão constante predileção pelos animais, pelos corpos celestes e por outros fenômenos naturais personificados”. É Lévi-Strausss quem responde, mais uma vez, que este sistema de crenças e costumes, chamado de totemismo, é um esquema classificatório que permite apreender o universo natural e social sob a forma de totalidade organizada. Desta percepção da organização advém: os emblemas vegetais dos gregos e romanos com suas coroas de oliveiras, de carvalho, de louro etc; as associações entre ervas, animais e signos do zodíaco, tanto no ocidente quanto no oriente; os ancestrais mitológicos como descendência de clãs de tartaruga, de castor, de lobo, de urso, de gavião, de águia, de cão etc; os animais mitológicos (dragão, unicórnio, fenix etc); sistemas de adivinhação baseados no comportamento animal (por exemplo no Mali, a Rapousa; em Bornéu, o canto e o vôo de várias espécies de aves), as divindades em forma de animais como na India (Ganesha, Hanuman etc) e inúmeros outros exemplos.

signo-saussure

How ridiculous I was as a Marionette! And how happy I am, now that I have become a real boy!
Carlo Collodi

O pai…
02-pinocho-mazzanti 72810000_chiossi

A mãe…
Tenggren_Blue_fairy_workshop

os espíritos…
illus-022

O corpo se assemelha a scripts de computador, sempre ativo, sempre em movimento, se adaptando se linkando.

images (18)

No episódio da Liga da Justiça, o desenho animado, o personagem Questão revela mensagens subliminares impostas ao público e ao mundo, como em tudo que vemos na televisão. Quando sendo torturado, revela diversos segredos secretos da comunicação, como as mensagens subliminares, as conspirações maçônicas, os próprios códigos de Da Vinci, os códigos da Bíblia, da interpretação de sinais, as previsões e profecias. Num momento de loucura revela que os cadarços dos tênis contêm informações que são hackeadas, rastreadas pelos Illuminatis. A conjuração de feitiçoes sútis que podem manipular os cerébros. Como em post anterior aqui neste blog, o zumbificamento, a prática do vodoo haitiano, fenômenos psíquicos que em conjunto com ervas e mensagens certas controlam a mente dos seres com vida.

DIÁLOGO 2 : Dmtri The Bit vs regisdpantanom

Thursday 18:43

bit uma duvida q estou fazendo um post e talz, acabei descobrindo q a palavra Cypher ou cifra em portugues pode ser usado para A hip-hop jam session or freestyle battle ou In breaking / B-boying, the name given to a circle of b-boys who take turns dancing in the center.
ou seja tipo uma jam session de batalha freestyle ou o circulo dos b boys que alternam dancando da uma luz??

Thursday 19:57

cypher é a roda de break
lugar mais sagrado para o b.boy
e o nome da dança do b.boy nao é break realmente é B.boying
é a roda onde dança um de caa vez ou entao racha as crews ou entao racha individual. Na roda os b.boys resolvem sempre suas tretas

RATIOCINOR
… quando os seres com linguagem criam vida com linguagem, quando chamamos de magia…

1174964_579300442108644_1549379027_n

A psicografia é a comunicação além humana, os astros se comunicam com os seres viventes, é tudo uma questão de entender estas linguagens. Muitas são as linguagens que nos deparamos, o personagem Cifra dos Novos Mutantes, juntamente com seu parceiro e amigo Warlock ( ao pé da letra, a fechadura da guerra), é um mutante, que tem o poder de compreender todas as linguagens. Logo, tudo que ele interpreta são combinações binárias de códigos, sua mente downloadeia e uploadeia até conseguir compreender a linguagem.
Em Novos Mutantes 26 mais recente buscando pelo x-man nate grey, consegue interpretar os graffitis de uma parede, que mesmo não contendo informações precisas,ele entende as combinações de códigos informacionais que aparecem nos graffitis e nos pixos, nos pixels, consegue interpretar o pensamento e atitudes da “gang” responsável por tais. No caso eram garotos recebendo poderes mutantes, dum maluco Homem Doce. O Universo, a linguagem criadora, o sequenciamento de DNA, cadeias que se comunicam criando células, criando as estrelas, as constelações, as cadeias e assim sucessivamente até o infinito conectado.

cyphe0

cyph1

cyph2

As mensagens proféticas, runas, astros, como disse se pudessemos apenas downloadear conhecimento, downloadear o cerébro de outra pessoa, as idéias, as lembranças, as memórias, lembra aquele filme do Bruce Dicknson o que um professor consegue downloadear o as informações de maneira mágica, do cérebro do Aleister Crowley, só não contava q o próprio Aleister se downloadearia. O i-ching, com os ideogramas japoneses, que enviam a mensagem completa, a linguagem oculta dentro da linguagem. O coração costurado e as idéias remendadas. O código de Dá um dois, os contidos em números de pequenos elementos químicos da tabela periódica, as fórmulas qímicas que originaram o flash e o hulk, e Mr. Hyde.
code-breakers-1

485480_511733518915057_2090850784_n

As ordens diárias que nos fazem dançar, ouvir músicas, a arte é a linguagem, as antenas da raça, tatuagens na pele, comunicação, tudo é comunicado e linkado, quando conjuro feitiçarias, me aproximo da bruxaria primitiva italiana, Stregoneria, de Pã e de Lúcifer a linguagem da Luz, de Diana e Dianus, do Ying Yang. Edito corto, reviso, traduzo, queimo, reviso, e crio gêneros, g6neros literários, crio e recrio mitos e fábulas. Ou somente sou que sei ser a Falácia Patética. O narrador-narrativa. e aí nesse mundo onde tudo cria vida tudo cura vida.
e ..

. era uma vez…

9057_400x600

e..

. assim…

.. começa essa estória…

snoopy-typing-away-1-cvv14j0d95-1024x7687

jof14babe2

jof13babe1

jof15babe3

jof18babe5

DIÁLOGOLOGO 03: Brony Soprano X regisdpantanom

gosto dos dois primeiros homem aranha também
nem vi os novos

eheuheu nada soh teve o 3 do raimi tb
q foi foda com o cara do 70 show como venom..
kkkkkkkk

ah os dois primeiros não eram dele?achei que eram
o 3 fede

sao sim
todos sao dele

então porra
gosto dos dois primeiros

mas tudo faz sentido pra mim
sam raimi eh o cara

é nada
devia ter feito um evil dead 4

ta bom dorme com seu braco ae

em vez do remake
remakes fodem
fedem

remake nada
kkkkkkk…vai ser tipo crise nas infinitas terras
kkkkkkkkkkkkk
remake eh a introducao para o bruce voltar
viu como vc ta passado
ese diretorzinho desse novo evil dead tao cogitando do cara dirigir o filme q vai se chamar Dr. Strange
sabe q filme o raimi fez recente
Oz

credi
credo
deve ser tipo alice
do burton

q tem um magico pilantra, um macaco com asa e uma boneca tipo frankestein pinokio
kkkk vc devia atear fogo no proprio corpo
sam raimi isso aki
https://www.facebook.com/pages/Darkman/106202316077898?fref=pb&hc_location=profile_browser
https://www.facebook.com/pages/Within-the-Woods/107682932587797?fref=pb&hc_location=profile_browser

darkman é foda
eu gosto dele, mano
não entendi a revolta

q revolta?
de vc atear fogo no corpo
nao eu
vc

adios..
dormirei
c ta todo ofendidinho

vamos fazer uma viadagem essa semana

com tudo hj
hehuehe

tipo beque e filme
light suave

velho vc eh louco
minha vida eh assim
beque
goro
filme
bela lugosi
is dead
adventure time

me envolve nessa vida

hang the dj
vinho
argentinho

quero viver assi também

evil dead
nada..vc nao ker
vc evita tudo

quero sua vida

pq nao foi hj?

why cant i be you

02:11
pq ficou de cudoce
a se fude
why cant we be friends?
erick burdon
animals
mod
rudy
um ciclo tudo se completa
ying yang
ramones
racionais
war

poesia beat antes de dormir

INFINITAS POSSIBILIDADES DE LINGUAGEM

INFINITUS FACULTATIBUS LINGUAE

tudo é linguagem, toda linguagem pode ser traduzida, toda informação deve ser passada adiante,

William Burroughs – the ticket that exploded – “The word is now a virus. The flu virus may once have been a heathly lung cell. It is now a parasitic organism that invades and damages the lungs. The word may once have been a healthy neural cell. It is now a parasitic organism that invades and damages the central nervous system. Modern man has lost the option of silencE.”

Silêncio..

SHHH..

No episódio SHH ! de Adventure Time, Jake e Finn estão fazendo um jogo em não se comunicam, apenas com gestos e com cartazes que elaboraram. Toca esta música de dentro do personagem BMO, que é uma espécie de computador vivo faz tudo. Para quem trabalha falando o dia inteiro chega-se um momento em que é necessário não falar.

No wonder I feel so tired of talking
There’s so much to take in today

Nothing is true everything is permitted – ‘No hassan i sabbah – we want flesh – we want junk – we want power – ‘
newm17

Frag ka. Geez de fetal. Hahn Sho Lobo lok toy. Keezy fem… ka rok, ka rok.
traducao para portuglish
Time to die. Geez de fetal seus putardos. O contrato do maioral está completo . Bitcheeeess… Seu mundo é seu mundo…”I’ll devour ya entrails and thoroughly enjoy it, ya fraggin’ bastich!”


BASTITICH
( (noun)
An insult that is apparently a combination of the words bastard and bitch – applying on both sexes. The expression (along with the modern revival of the word frag) originated in the comic book Lobo from DC Comics, in the late 1980s. )
ria sorria comunique-se onomatopéie-se
1185431_602477186469708_1110097380_n

nÃO FAÇA SILÊNCIO / FAÇA BARULHO
NÃO FAÇA BARULHO / FAÇA SILÊNCIO
SILÊNCIO ENTORPECIDO SOPRO DA FUMAÇA

VIVA LIVELY UP YOURSELF

A capacidade de armazenamento de um cerébro é maior do que seu celular e do seu computador, do que seu HD externo, mais informaçoes que o OUYA. Maif informações que a bomba atômica de Hiroshima e Nagasaki, temos nossa própria memória ram para organizar toda essa bagunça, patológica, criamos mapas, calendários e descobrimos o futuro, o passado e o presente, trouxemos os mortos de volta a vida.
1185637_546745438714239_253864823_n
1098538_559112650818961_1573203099_n

O início, o meio e o fim, se move e se comunica, nasce e morre e morre e nasce, como informações passsadas adiantes. O que fazer com tantos signos, o que fazer quando não se ve sua própria imagem, quando não se tem face.
Acrescento também uma tradução de uma estória japonesa de fantasmas que traduzi:

MUJINA

180px-Ryoi_Nopperabo

Estórias Orientais Tradicionais de Fantasmas contada por meu avô
Do japonês para o inglês: Lafcadio Hearn
Do ingês para o português: Régis Y.
Na estrada Akasaka, em Tókio, há uma inclinação chamada Kii-no-kuni-zaka – que significa a Encosta-da –Província-de-Kii. De um lado dessa inclinação você vê um antigo fosso, profundo e bem amplo, com altas margens verdes levantando-se para em algum local do jardim – e do outro lado da estrada se estendem as paredes longas e sublimes de um palácio imperial. Antes da era de ruas iluminadas por lanternas ou de jinrikishas , a vizinhança ficava muito solitária após o ocaso e pedestres perdidos poderiam vagar para fora de seus caminhos, sozinhos, ao invés de seguirem para o Monte Kii-no-kuni-zaka.
Tudo isso por culpa de um Mujina que costumava andar por ali.
O último homem que viu um Mujina era um velho mercador do quartel Kyobashi , que morreu cerca de trinta anos atrás. Esta é a história, como ele contou. Certa ocasião na calada da noite, ele se apressava para atravessar o Monte Kii-no-kuni-zaka, quando ele percebeu uma mulher agachada próxima ao fosso, sozinha, e chorando amargamente. Temendo que ela pretendesse se afogar, ele parou para oferecer-lhe ajuda ou consolá-la. Ela aparentava ser uma pessoa delicada e graciosa, elegantemente bem vestida; e seu cabelo estava arrumado como de uma jovem de família. ‘O-jochu’ , ele exclamou se aproximando dela – ‘O-Jochu’, não chore assim não. Diga-me qual o problema e se há alguma maneira de ajudá-la, ficarei feliz em ajudá-la. (Ele realmente quis dizer isso, pois era um homem muito gentil.) Mas ela continuava a chorar – escondendo seu rosto com uma de suas mangas compridas. ‘O-Joshu,’ ele disse de novo, tão gentilmente o quanto podia – “por favor, por favor me escute!… Aqui não é um lugar para uma jovem ficar a noite! Não chore, eu imploro a você! – só me diga como posso prestar-lhe uma ajuda!” Lentamente, ela levantou-se, mas de costas viradas para ele, e continuou a gemer e a chorar por trás de sua manga. Ele colocou sua mão suavemente sobre o ombro dela, e suplicou: – ‘O-Joshu! – O-Joshu!. . . Ouça-me, apensa por um pequeno momento. . . O-Joshu! – O-Joshu!”. . . Então quando a O-Joshu virou-se e deixou cair a manga e acariciou seu rosto com a mão, e o homem viu que ela não tinha olhos, boca e nem nariz, – e ele gritou aterrorizado e fugiu.
Acima no Kii-no-kuni-zaka ele correu e correu; estava tudo negro e vazio a sua volta. Adiante e avante ele correu, nunca se atrevendo a olhar para trás, e finalmente ele viu uma lanterna, que de tão longe parecia o brilho de um vaga-lume, e ele direcionou-se para ele. Ele confirmou que se tratava da lanterna de um vendedor itinerante de Soba, e que ele se encontrava ao lado da estrada, mas qualquer luz e companhia humana era boa demais depois dessa experiência, então ele atirou-se aos pés do vendedor de Soba, gritando, ‘Ah! – AA !! – AA!!!”. . .
‘Kore! Kore!’ argumentou asperamente o vendedor de Soba. “Aqui, qual o problema com você, homem. Alguém o machucou”
“Não – ninguém me machucou”, ofegou o homem, “só. . . Ah! – Aa!”
“Somente o assustaram?”consultou o mascate sem misericórdia. “Assaltantes?”
“Não ladrões, não ladrões”, suspirou o homem aterrorizado. . . “Eu vi … Eu vi uma mulher – perto do fosso, e ela me mostrou . . . Ah não posso dizer-lhe o que ela me mostrou!” …
“He ! Foi algo assim que ela lhe mostrou?” bramiu o homem do Soba acariciando sua face – que foi se tornando algo semelhante a um ovo … E simultaneamente, a luz se apagou.

O budismo lhe ensina a se imaginar sem um rosto, imaginar como se não existisse o seu signo, o que voc6e vê todos os dias, o que você pensa que é você, o que é sua idéia sobre você mesmo.

DIÁLÓGICO 4 : PLAUNS X regisdpantanom

=) , vc sabe qual o significado/simbologia de se cortar o cabelo no japão feudal? Tipo quando o príncipe (do Princesa Mononoke), corta o cabelo no começo… Tentei achar no google mas num consegui…

14:35
Olha devo ter algum arkivo em casa ma na lembr
18 July
13:31
to te mandando pra vc nao perderFriday
13:27
Quero que você entenda que sou (e acredito que o grupo, em sua maioria também seja) contra intimações e coerções autoritárias; por isso o tom de pedido.
Abraços

vulgo PLAUNS – Paz, Liberdade, Amor, União, Natureza e Saúde.

Linguagem de sinais
Linguagem sem sinais.
Linguagem só de sinais – Pantomima – Harpo Marx –

CONTENTIO

“Então o gato existe em ambos os estados até que o observador quântico abra a caixa e veja seu interior.”

ec00_cat_vs_dog

“Então, as duas possibilidades se conjugam numa única realidade.”

digitalizar0002

Quanto mais tempo a caixa permanecer fechada…Quanto mais o observador quântico não observar…fatores não antecipados podem começar a alterar os resultados…multiplicando os efeitos, criando mais possibilidades quânticas aleatórias e universos compactos, todos eles igualmente reais, competindo um com o outro pelo momento em que a caixa for aberta…

… deste multiverso de esscolhas, vem personagens meus, que eu mesmo criei sem a ajuda de ninguém O Paulo, O Onomástico, personagem baseado em pura linguagem, na paronomásia. Outro também é o Onomato Péricles, inspirado pelas Onomatopéias, Henfil, Laerte, Concretismo, e todos os sons que nos permeiam, a toda poesia proesia e cia que possa inspirar e continuar inspirando os Deuses a criarem e recriarem o infinito, quantas vezes possível.

scan0001 (4)

onomato

não postei mais porque não achei…

alterando o post…
…alterando o blog
…alterando todas as probabilidades…
do que é…

do que poderia ter sido…

não desço na Liberdade, desço na Sé….
não desço na São Joaquim,..

alterando todas as probabilidades de comunicação de linguagem…

…alterando o post…

um cara fala comigo no busão… estou lendo Dr. Manhattan… antes de Watchmen…

…alterando as probabilidades…

“Faço parte da oposição chamada vida” (H. de Balzac)

0-Azoth
AZOTH – o solvente universal, o nepente universal, o curador, a cura que precisamos para nso estabelecermos, nos comunicarmos, e assim como humanos viver.

digitalizar0001

“Eu diagnostiquei a doença. Mas qual é a cura?” (Dr.Manhattan)

diga o que kizer John cage.. via Walther Von Der Wolgeweide

1230001_10151654946354527_2143280958_n

o acaso não é 4 minutos e 33 segundos
..é aleatório..

1235003_10151840901947313_659005340_n

O céu de hoje para todos os signos

A comunicativa Lua de Gêmeos harmoniza-se com Vênus e caminha solta no céu desde a madrugada até a manhã de sexta-feira. Arranje um programa divertido e vá ver seus amigos. Quem estiver ligado na qualidade do céu, perceberá a verdadeira natureza da ponte que une a razão à imaginação. Ela se chama linguagem.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: